sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Yakusoku no Neverland #02 e #03

DOBRADINHA DE MANGÁS (adaptados em anime) DA SHOUNEN JUMP!

Nem me liguei nisso quando programei os merchans no Twitter.
Bom, leitor, isso não importa, o que realmente vale é descobrir se este anime prossegue no blog ou faz a sua despedida com este post!

No episódio anterior... foi a estreia. Conhecemos um orfanato que trata muito bem as crianças. Inclusive aos doze anos, sem exceção, todas são adotadas. Porém, os pequenos precisam conviver com algumas regras, como não chegar perto do portão ou passar as grades da floresta. Dois dos mais velhos, Emma e Norman, acabam descobrindo o que existe por trás dessas regras.

Já pensou em tentar a vida como cantora de musical, Irmã Krone?


Yakusoku no Neverland
2º episódio
Quando você tem que tomar uma poção para rejuvenescer, porque a quarta temporada do seu anime ainda não ficou pronta e você tem contas a pagar...
Opinião: Aparentemente escrever o post de BNHA 3 foi tão insuportavelmente chato, que contaminou a minha vontade de escrever sobre Neverland.

Anime que está a quilômetros luz de distância da chatice que está sendo o arco da licença provisória. É complicado quando você precisa assistir as coisas por obrigação.

Como é um arco que faz parte de um todo e está quase no fim, droppar agora  não faz sentido.

E a proposta do blog não é assistir todos os animes da temporada e trazer resenhas detalhadas de cada um. Para isso vocês têm a Blogosfera Otaku e a disposição deles para tanto.

Queria poder encher um pouco mais de linguiça na introdução, mas tudo o que eu quero é terminar isso o mais rápido possível e descansar meu cérebro.

Assim, talvez, ele fique saboroso para os demônios da Terra Prometida do Rei do Gado, pois do jeito que está, nem o pessoal de Tokyo Ghoul se atreve a provar.

Boku no Hero Academia 3 - #18 e #19

Hoje é Dobradinha de Shounen Jump, leitor!
Nem me atentei que Neverland e BNHA eram mangás publicados na mesma revista... hehehe

Nos episódios anteriores... prosseguimos com a saga mais chata de todas: a da licença provisória! Apesar de ter relevância em alguns aspectos da história, verdade seja dita, poucas coisas têm sido tão irritantes nos últimos episódios, como o Midoriya. Tira ele e tudo parece mais legal, como o grupo Yao-momo, Jirou, Tsuyu e Shouji tendo que se virar "enjaulados".

Sabia que comecei a gostar mais de você depois deste post, Aoyama?


Boku no Hero Academia 3
18º episódio
Rola uma alta identificação com esse senhor, afinal, eu também preferia estar dormindo a acompanhar esse bando de criança doida se matando por uma licença provisória.
Opinião: Eu poderia ficar o texto inteiro reclamando do quanto este arco deveria ter terminado em DOIS EPISÓDIOS para que ninguém morresse de tédio, mas acredito piamente que o leitor que se propôs a ler este post, na real, quer ver algo melhor construído do que esse arco chato pra porra.

Bom, se serve de consolo, eu sou muito mais geniosa que o mangaká de BNHA, eu sou do nível Yoshihiro Togashi... Não disse no quê.

E daí vou precisar repetir o que escrevi na sinopse ali em cima e no post anterior: VOCÊ TIRA O MIDORIYA E ATÉ A COR DO CÉU MUDA!

Não sei o que aconteceu de tão grave que o protagonista se tornou um pé no saco! Ah, espera, já sei... Ele ficou tão insuportável quanto o Asta gritando.

E em que sentido?
Poder do protagonismo.

Nada contra protagonistas, até gosto de alguns, o problema fica em cima da falta de criatividade do autor em não entregar um bom desenvolvimento.

Midoriya começou como um típico ferrado, não tinha poder, queria ser herói e era dedicado nos estudos desse assunto, mostrando sua força de vontade e inteligência para estratégias.

Era clichê?
O QUE NÃO É CLICHÊ NESTA VIDA, NÃO É MESMO?

Ele tinha carisma, além do fato de sofrer bullying nas mãos do Bakugou, que a gente aprendeu a odiar nos primeiros episódios.

É interessante perceber que-

Bom, isso agora você só fica sabendo se for membro de carteirinha da Limbosfera Otaku.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Kaze ga Tsuyoku Fuiteiru #12 e #13

Nada melhor, leitor, do que uma DOBRADINHA DE ANIMES DE ESPORTES que traz consigo aquele sofrimento em pitadas e obriga o cérebro da blogueira a trabalhar ainda mais para comentar sobre as relações sociais problemáticas entre os japoneses.

Nos episódios anteriores... Kakeru finalmente começou a entrar em sintonia com os outros membros do time e a se deixar levar pela vibe de cada um. Além disso, ajudou o Príncipe a melhorar sua postura durante a corrida. E finalmente Haji voltou, para alegria de todos os famintos.

Você não cansa de ser pisado pelos rapazes da Kansei, Sakaki?


Kaze ga Tsuyoku Fuiteiru
13º episódio
Não me julga, Yuki, eu acho vocês quatro as crianças mais puras da corrida de registro...
Opinião: Parece que Kaze ga e Tsurune combinaram, porque não é possível que os dois animes de esportes venham trazer essa carga de sofrimento JUSTAMENTE NO MESMO DIA!

Além disso temos abertura e encerramento novos!
A abertura, como sempre, tenho dispensado, agora o encerramento é gostoso demais.

A abertura é "Kaze Tsuyoku, Kimi Atsuku" de Q-MHz feat. Mitsuhiro Hidaka a.k.a. SKY-HI e o encerramento é "Michi" de Taichi Mukai.

Acho que já deu de introdução, não?
Vamos partir para o que realmente interessa: as crises do Kakeru.

Tsurune: Kazemai Koukou Kyuudoubu #09 e #10

DOBRADINHA DE ANIME DE ESPORTES E DE YUUTO UEMURA!
E também Dobradinha de Sofrimento, pois se tem uma coisa que esse gênero é bom, É EM CAUSAR DOR E SOFRIMENTO!

Por isso eu não canso de avisar: se aparecer um capeta te mostrando um contrato com o pretexto de você começar a assistir esse tipo de anime, fuja. Uma vez assinado, você está fodido para sempre e vai apenas sofrer quando assistir essas bagaças.

Vai por mim, eu assinei e estou agora aos prantos.

Nos episódios anteriores... o clube de arquearia da Kazemai enfrentou a sua primeira competição: as preliminares estaduais. E ainda tiveram que enfrentar uma das favoritas, a escola Kirisaki. E finalmente Seiya, Minato e Shuu se reencontraram.

Se pudéssemos te categorizar, que nível de vendaval você seria, Seiya?


Tsurune: Kazemai Koukou Kyuudoubu
9º episódio
Eu queria pegar esses DOIS BEBÊS e apertar muito as bochechas e proteger de todo o mal!
Opinião: Se tem uma coisa que aprendi durante esses anos de blogagem e de análise de animes de esportes, é que quando você menos espera o sofrimento vem carcomer a sua alma sem dó nem piedade.

Acredita, eu tenho um currículo admirável em me lascar.
Sou especialista. Quem sabe um dia me torno mestre?

FALANDO EM SER MESTRE DE ALGUMA COISA, fui lá pesquisar informações técnicas sobre a arquearia para descobrir o que seria um 6-dan dentro do esporte.

Sim, é o grau do Tio Morioka, a sabedoria em pessoa neste anime.

Segundo as regras do kyuudou pela International Kyudo Federation, IKYF, recebe o 6-dan quem tiver atingido um estado de excelência na forma de tiro (Shakei), técnica de tiro (Shajitsu) e movimento formal (Taihai), além de mostrar um alto nível de refinamento (Shahin).

E ao contrário de outras artes marciais, não existem faixas coloridas para demonstrar o nível de cada indivíduo.

Além dos graus, existem três níveis de maestria: Hanshi (mestre), Kyoshi (professor) e Renshi (instrutor).

Esses detalhes provavelmente entram na conversa que o Shuu teve com a avó (presumo eu) sobre o Minato, quando ela disse existem poucos homens na Associação com capacidade para serem técnicos, ainda mais um na casa dos 20 anos.

E depois de uma rápida leitura no Wikipédia e no site do IKYF, dá para entender perfeitamente o comentário dela. Para subir de grau, principalmente os "-dan", leva-se muito tempo e treinamento sistemático para isso.

O que me deixa ainda mais curiosa para saber qual o nível de qualificação do Masaki.

Eu sei, todo mundo queria que eu enchesse linguiça aqui, mas acabei adiantando a análise. ENTÃO BORA CONTINUAR ESSA BAGAÇA!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Magi - Da 296ª à 300ª Noite

Um pouco mais de um mês depois...
A DOBRADINHA DE MAGI RETORNA PARA SACUDIR A PROGRAMAÇÃO NORMAL E TRAZER... o tricentésimo capítulo do mangá analisado aqui no blog!

ABRE A GARRAFA DE SUCO DE LARANJA, QUE HOJE É DIA DE FESTA, MOÇADA!

Lembrando que entre a JBC e os meus posts foi decidido no Voltando pra órbita! quais os nomes que seriam usados aqui.

Nas Noites anteriores Alibaba mostrou que veio com tudo e não está só para prosa! Além de mergulhar de cabeça na história do Império Kou e dar a sua palavra de que ajudaria a amiga imperatriz em apuros, ele ainda conseguiu dar nó em um Sinbad que não estava preparado para toda a zoeira.

ATENÇÃO!: Este texto contém spoilers do mangá de Magi e consequentemente da 1ª temporada do anime Magi: The Labyrinth of Magic e da 2ª temporada do anime Magi: The Kingdom of MagicLeia por sua conta em risco.

Magi
~296ª Noite: Rumo à Terra Natal~
Rapaz, isso não é uma festa surpresa, É UM EVENTO QUE EU GOSTARIA MUITO DE COBRIR com a minha credencial de blogueira da Limbosfera. Rola, Alibaba?
Escreveu e não leu? Zoeira balbadense veio e comeu.
Foi basicamente isso que aconteceu no post passado.

Só que agora o bagulho vai ficar mais louco e não é do jeito que a gente curte! O Império Huang e, principalmente, o nosso primeiro ministro/conselheiro/assistente administrativo Alibaba, vai ter que rebolar ao som de Gloria Groove para se virar com os problemas que estão por vir!

Enquanto isso...
Vamos dar uma enchida de linguiça, já que o final de semana está longe, mas precisa garantir parte da carne do churras, correto?

Ainda mais depois de uma semana de hiato que foi programada e... caiu de forma abençoada na época certa.

Pelo menos uma vez na vida os problemas têm que olhar para o período de hiato e dizer: "Vamos atacar no final da semana de atividade e terminar a bosta que viemos causar na semana de hiato".

Dito isto, vamos seguir para o capítulo, pois pelo que andei percebendo... MUITA COISA PRECISA SER COMENTADA e, se eu não começar logo, ficaremos até 2020 conversando sobre mudanças de um país em três atos/arcos e como a frase "tal pai, tal filho" se aplica ao Sinbad e ao Alibaba.