segunda-feira, 30 de maio de 2016

Bungou Stray Dogs #04 e #05

Tantos sentimentos com esses episódios que eu vou continuar chorando de rir por aqui.

No episódio anterior... conhecemos a tal Máfia do Porto, o vilão que tosse e logo vai morrer se não for no médico, e que o órfão que vira tigre tem uma recompensa de SETE BILHÕES de ienes (que não vale muita coisa) por sua cabeça, esteja ela viva em cima de seu pescoço... ou não?


Vamos montar um clube de pessoas burras que nasceram em 21 de Outubro, Ranpo?


Bungou Stray Dogs
4º episódio
Pobre, Atsushi. Estaria ele vendo a luz vermelha do DROPPED? Ou talvez do outro blog?

Opinião: Dias complicados, meu povo. E é nesses dias que a gente tem vontade de tacar o Dazai pela janela. Se bem que eu desconfio que ele não vá morrer nem se for morto.

Pegaram a piada? Rin Tosaka não curtiu.

Enfim...
Voltamos com Bungou Stray Dogs praticamente duas semanas depois. É tanto anime para assistir e analisar que a falta de tempo anda fazendo loucuras pelo cronograma do blog.

Bem, chega de desculpas esfarrapadas ou o Dazai vai acabar morrendo... de tédio, que nem vocês.

E o Tanizaki (acho que a irmã também) sobreviveu! Aêêêê!!!

Mas é claro que teríamos um episódio dedicado especialmente ao Atsushi entrando em parafuso, deixando a agência e fazendo até a cagada de ligar para aquela moça doida pedindo para deixar os amiguinhos dele em paz.

Estava tão na cara que a moça ia resolver matar todo mundo, tão na cara.
Alguns instantes antes de o cabaré começar a pegar fogo, lá estava a aberração do Mundo dos Vivos, que daqui a dois episódios vai comer uns cogumelos estranhos, fazendo propostas indecentes para a pobre coitada da atendente desse boteco/barzinho.

É um pouco do que aconteceu no Boku Hero da semana passada: plot previsível. Do jeito que as coisas caminhavam era óbvio que veríamos represália e o protagonista achando que tudo de pior ia acontecer.

Para tentar evitar, ele se "desligou" da agência e começou a andar sem rumo com sua inocência ligada no máximo, acreditando de verdade que Máfia do Porto, um pessoal TOTALMENTE BARRA PESADA (ó as gírias de época), ia deixar a treta do episódio anterior de graça.

Aliás, o que são os animes reprisando parte de seus episódios para que eu lembre do que aconteceu, hein? Rolou também em Boku Hero.

Gente, eu sei que contei do meu problema de memória curta, só que esses fatos eu me recordo, viu? Inclusive que o primeiro dia do governo interino de Michel Temer começou numa sexta feira treze do PT de maio.

O quê?
Ninguém falou de política. Estou falando de Brasil.
E este blog é amarelo! O vermelho não comenta essas coisas, é reservado para posts realmente polêmicos.

Voltando a Bugou Bungou, tivemos uma palhinha no começo do episódio com o tal Lagarto Negro, uma ramificação cruel da máfia... blá blá blá. Era só para mostrar que os caras eram medonhos e que a agência é PIOR AINDA.
Kunikida quebrando o braço do tiozinho do cigarro. ADORO ESSE KUNIKIDA, PENA QUE ELE É CHATO... Se bem que... Yoshimasa Hosoya... Voz de Daryun. CURTO MUITO.

Sério.
Máfia do Porto e Agência de Detetives Amados Armados são duas organizações perigosas. Uma é criminosa e a outra o governo aceita que exista, só isso.

Acho um pouquinho exagerada essa mudança na arte, principalmente quando o Atsushi descobre que está cercado por um bando de loucos e só consegue-se salvar, por enquanto, o presidente desse manicômio.

"Ah, mas faz parte, é o estilo..." - Bom, minha opinião.

Pelo menos os personagens são legais, divertidos e os dubladores ajudam ainda mais no meu bom humor. Sério, só escutar o Mamoru Miyano dando voz ao Dazai. As nuances são ótimas, não é a toa que ele é um dublador tão aclamado pelo público.

Desculpa, não conheço críticas sobre dubladores japoneses.
É nada! Ouvi dizer que a máfia quebra a mandíbula das pessoas... ainda vivas. Credo!

Acho que ainda é cedo para falar da história como um todo em seus apenas doze episódios. Mesmo se aproximando da "metade do caminho" ainda não entendi muito onde o plot quer chegar. Aguardarei mais episódios para entender, visto que, teremos segunda temporada. Yay.

Vamos ver se eu não Doppo droppo até lá.

Aquele menino da jardineira...
Não consigo lidar com esse primo distante do Finnian de Kuroshitsuji (Yana Toboso).

Sim, vai ter aquele esqueminha com os escritores japoneses como fiz no post anterior, só que no final do texto, ok?


Bungou Stray Dogs
5º episódio
Verdade, todo mundo depende de mim e por isso preciso ficar sem blogar para cuidar dos B.O.'s.

Opinião: Existe um fato engraçado sobre este episódio e a minha pessoa.
Eu vi a prévia no episódio passado com o Ranpo Edogawa e... De repente coloquei o episódio para ver e... Kunikida. KUNIKIDA? KUNIKIDA!

Nada de Ranpo Edogawa...
Nada de caso com o Ranpo Edogawa.
Kunikida, Atsushi e Dazai.

Resolvi olhar o número do episódio...
É, eu fiz de novo.
EU FUI SECA NO SEXTO EPISÓDIO ESQUECENDO QUE DEVERIA ESTAR ASSISTINDO O QUINTO, PORÉM, ACREDITANDO PIAMENTE QUE ERA O SEXTO!

Eu sou um ser único nessa blogosfera.
Minha burrice supera qualquer segredinho obscuro de blogueiros desse meio.
É fato. Eu sou disléxica e sofro de déficit de atenção grave.   

RANPO, CASA COMIGO.
VOCÊ NÃO SABE PEGAR TREM NO JAPÃO, NORMAL.
EU ESQUECI COMO SE PEGA METRÔ EM SÃO PAULO. E isso não é normal.
Bom, não sei pegar ônibus... Mas deixemos isso em segredo, leitor.
Também não sei pegar Uber. Não tenho celular.
No Kimono de Ouro do final do ano é capaz do Mamoru Miyano levar um prêmio, sério.
Espera.
Não posso casar com o Ranpo. Nascemos no mesmo dia, não daria certo.
Talvez só se internassem os dois num manicômio, né? hehe

Sou suspeitíssima para falar deste episódio, pois desde que descobri que o tal Ranpo Edogawa tinha nascido no mesmo dia que eu e é dublado por Hiroshi Kamiya, fica difícil demais não ter algum tipo de encantamento por essas coisinha metida à besta.

Bom, na verdade, o Edogawa que eu descobri ter nascido no mesmo dia que eu era o escritor original, no entanto... Aqui está um anime para perturbar as almas dessas pobres criaturas que já passaram por esta terra.

E como essa coisa de roupinha de detetive é metida!
E, pior, ainda tem gente elogiando e dizendo que ele é isso e aquilo!

Parece até mesmo eu com o blog e vocês comentando, dizendo que gostam dos meus posts, que eles são divertidos...
Essa criança é tão imaginativa que pensa ter um poder, mas na verdade só é um manjador de plots como eu, digo, tem uma dedução bem mais aguçada que os outros.
Não inflem os egos de gente nascida em 21 de Outubro, capaz de chegarmos em Marte antes da NASA conseguir mandar algum ser humano para lá, vai vendo!

Se por algum acaso bem acaso você tiver assistido Haikyuu!!, o tal Sugimoto, o assassino do episódio de hoje, foi dublado pelo fofíssimo Ayumu Murase que dá voz a Shoyo Hinata, nosso amorzinho pulante do anime de vôlei.

Aí a gente olha para o print do Ranpo e pensa: "Maldito lindo".
Acontece, leitor, acontece... Três anos blogando e foi isso que adquiri: husbandos.

Interessante como tudo se sucedeu e como o caso foi solucionado, ainda que eu tenha achado uma forçação de barra aquela explicação do Dazai. AH TÁ QUE UM CERUMANO (tá certo assim) NORMAL IA SABER TUDO AQUILO SÓ DE OLHAR PRO CORPO DA VÍTIMA E PERCEBER O AMBIENTE E MAIS ALGUMAS INFORMAÇÕES!

Se alguém aparecer dizendo que era fácil de deduzir, favor entrar para a polícia! Estamos precisando de gente competente pagar pegar bandido e desmantelar quadrilhas. Obrigada, de nada.
A pessoa bota um óculos e acha que está com altas morais para indicar assassinos...Pff!

Vamos falar dos cabras que apareceram nesse post? VAMOS!

Quem foi Hirotsu Ryurou?

No anime: um tiozinho que gosta de fumar e que voou de um prédio de quatro andares, além de ter provavelmente quebrado o braço graças ao Kunikida.
Seu poder é "Falling Camellia". Não encontrei nada relacionado com alguma história do escritor.

Na vida real: foi um escritor e burocrata do Ministério da Agricultura e Comércio por quatro anos, nascido em 15 de Julho. A data consta na ficha do personagem. Suas histórias continham eventos improváveis e impossíveis.
Morreu de ataque cardíaco.

Wikipedia: Hirotsu Ryurou
Wikia: Bungou Stray Dogs Wikia

Quem foi Michizou Tachihara?

No anime: uma pobre alma jogada do quarto andar de um prédio depois de cometer a sandice de atacar a agência-manicômio. Digo, carinha metido da Lagarto Calango Negro.
Não tem descrição do nome ou tipo de poder dele.

Na vida real: foi um arquiteto e poeta, nascido em 30 de Julho. Essa data não consta na ficha do personagem.
Morreu de tuberculose.

Wikipedia: Michizou Tachihara

Quem foi Akiko Yosano?

No anime: é uma doida que cura gente semi-morta. É da Agência Hospitalar de Loucos, digo, Agência de Detetives Armados.
Seu poder é "Thou Shalt Not Die" e foi inspirado no poema "Kimi Shinitamou Koto Nakare".

Na vida real: foi uma escritora pacifista e feminista pioneira. Nas suas histórias as mulheres não eram passivas e tinham liberdade para usufruir de sua sexualidade.
Morreu de derrame cerebral.

Wikipedia: Akiko Yosano
Wikia: Bungou Stray Dogs Wikia

Quem foi Ranpo Edogawa?

No anime: é uma criatura que não sabe nem como comprar sorvete na padaria da esquina e que mesmo assim consegue resolver um caso em menos de um minuto.
Seu poder é a "Ultra Dedução/Super Dedução", provavelmente baseada na vertente mais forte do Ranpo original: o mistério.
Neste ano o personagem tem 26 anos igual a mim. COINCIDÊNCIA? ACHO QUE- Né?

Na vida real: foi um escritor que teve papel importante no desenvolvimento do gênero de mistério no Japão, nascido em 21 de Outubro (CORRAM!!!). "Ranpo" é seu pen-name ("nome de pena/caneta" - alguns escritores usam nomes diferentes dos seus originais) inspirado em Edgar Allan Poe, um de seus escritores favoritos.
Morreu de hemorragia cerebral.

Wikipedia: Edogawa Ranpo
Wikia: Bungou Stray Dogs Wikia

Como esse post dá trabalho...
Se bem que saber essas curiosidades sobre quem inspirou esses personagens malucos até que é legal. huhu

Nos vemos no próximo episódio de Bungou Stray Dogs!

Por Kimono Vermelho aquela que pegou o Ranpo para o harém. Tirem os olhos dele, biscates! Mirem no Dazai! - 30/05/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não é permitido aqui (ou seja, os comentários serão excluídos):
-Falta de respeito;
-Marketing (comentário genérico e marketing do seu blog);
-Ameaças (principalmente se incluir Cthulu);
-Links externos;
-E encheção de saco (aqui não é sua casa).

TENHA BOM SENSO!!!
É contrário a opinião do post ou de um comentarista, use argumentos e não bombas caseiras de recalque mais indiretas de cunho duvidoso.

P.S.: Eu costumo responder de forma humorada os comentários, então não ache que cada apontada de dedo é diretamente para o seu umbigo.

Obrigada e faça uma boa viagem na seção de comentários! o/